Biodiversidade

Biodiversidade

A biodiversidade diz respeito à variedade de formas vivas que existem no nosso planeta, desde micro-organismos até grandes plantas e animais. Está relacionada também com a variedade genética encontrada e com os ecossistemas que nos rodeiam. A biodiversidade é extremamente vasta e essencial para o equilíbrio do ambiente em que vivemos, entretanto, apesar de conhecermos sua importância, somos também responsáveis por sua destruição.

O que é biodiversidade?

Biodiversidade é um termo criado pela contração das palavras diversidade e biológica. Passou a ser usada como um sinônimo de diversidade biológica a partir de 1986, quando o entomologista E.O.Wilson, no 1º Fórum Americano sobre Diversidade Biológica, organizado pelo Conselho Nacional de Pesquisa dos EUA (National Research Council, NRC), utilizou o termo em substituição a essa expressão.

A biodiversidade relaciona-se, entre outros factores, com a diversidade de espécies e também com as variações presentes dentro da mesma espécie.
A biodiversidade relaciona-se, entre outros factores, com a diversidade de espécies e também com as variações presentes dentro da mesma espécie.

Biodiversidade refere-se às diferentes espécies de seres vivos que vivem em uma região, bem como à diversidade existente entre esses seres vivos. O termo também é utilizado para se referir aos diferentes ambientes. De acordo com a Convenção sobre Diversidade Biológica, um dos mais importantes documentos internacionais relacionados ao meio ambiente, diversidade biológica significa:

“a variabilidade de organismos vivos de todas as origens, compreendendo, dentre outros, os ecossistemas terrestres, marinhos e outros ecossistemas aquáticos e os complexos ecológicos de que fazem parte; compreendendo ainda a diversidade dentro de espécies, entre espécies e de ecossistemas”.

Importância da biodiversidade

A biodiversidade apresenta importância ambiental, econômica, social e até mesmo cultural. No que diz respeito às funções ambientais, não podemos nos esquecer de que ela é essencial para o funcionamento e equilíbrio de todos os ecossistemas do planeta. Como sabemos, todos os seres vivos participam de alguma forma da cadeia alimentar, e a retirada de um organismo pode desencadear desequilíbrio ecológico. Além disso, outras relações entre os seres vivos são importantes. Sem polinizadores, por exemplo, muitas espécies deixariam de existir.

A biodiversidade apresenta também um papel importante para o homem, uma vez que a utilizamos como fonte de alimento, de energia e como matéria-prima para a construção de vários objectos, como a fabricação de roupas, medicamentos, cosméticos e vários outros produtos. Não podemos nos esquecer ainda de que a biodiversidade é frequentemente explorada para lazer e turismo.

Ameaças à biodiversidade

Actualmente o planeta sofre com a grande perda de biodiversidade. Esse grave problema está relacionado, entre outros fatores, com a ação do homem. De acordo com a WWF, “a perda da biodiversidade verificada entre os anos de 1970 e 2000, cerca de 35%, somente é comparável a eventos de extinção em massa ocorridos apenas quatro ou cinco vezes durante bilhões de anos da história da Terra”. Isso significa que o homem apresenta um impacto negativo imenso e é fundamental que medidas para evitar os efeitos nocivos da ação antróica sejam adotadas.

Veja a seguir algumas ameaças à biodiversidade na actualidade:

– Poluição: desencadeia uma série de modificações no ambiente, as quais podem dificultar o desenvolvimento de alguns organismos naquele local. A poluição da água, por exemplo, pode desencadear a morte de várias espécies de peixes, plantas aquáticas, algas e outras espécies, reduzindo, portanto, a biodiversidade local.

  • Introdução de espécies exóticas: espécies exóticas são aquelas que estão se desenvolvendo em uma região que não é a sua área de ocorrência natural. A introdução de novas espécies pode ser altamente prejudicial, uma vez que, ao achar um ambiente adequado, sem predadores naturais, por exemplo, elas podem multiplicar-se de maneira exagerada e competir com as espécies nativas, prejudicando o desenvolvimento destas e podendo levá-las, inclusive, à extinção.
  • Desmatamento: provoca a destruição do habitat de inúmeras espécies. No caso dos animais, por exemplo, eles podem tentar colonizar outras áreas, porém nem sempre encontram um local adequado para o seu desenvolvimento.
  • Exploração excessiva dos recursos naturais: a sociedade atual destaca-se pelo seu grande consumismo, o que leva a uma exploração excessiva de recursos naturais. De acordo com a WWW, “dados recentes demonstram que estamos utilizando cerca de 50% a mais do que o que temos disponível em recursos naturais, ou seja, precisamos de um planeta e meio para sustentar nosso estilo de vida actual”.
  • Mudanças climáticas: também atingem de maneira negativa os seres vivos e ecossistemas do nosso planeta. Alterações nos regimes de chuva, intensificação de alguns eventos climáticos, como tempestades, furacões e secas intensas, são alguns dos problemas desencadeados pelas mudanças climáticas e que afetam negativa e diretamente todos os seres vivos do planeta.

Dia Internacional da Biodiversidade

O Dia Internacional da Biodiversidade é uma data criada pela Organização das Nações Unidas com a finalidade de mostrar ao mundo a importância de cuidarmos da diversidade biológica mundial. Comemorada todos os anos no dia 22 de maio, essa data é também um momento para refletirmos a respeito das nossas ações em relação à natureza e como impactamos negativamente o equilíbrio do planeta.

É cada vez mais urgente adotarmos medidas individuais e coletivas para garantir a saúde da natureza. Faça você também a sua parte e repense seus hábitos em relação à biodiversidade.

 

admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.