Maneiras fáceis de ser indexado rapidamente pelo Google

O índice do Google  ou indexação do Google é um banco de dados que contém todas as páginas da web que passaram pelo processo de rastreamento do Google. O Google usa esse índice para mostrar o conteúdo certo e relevante quando um usuário realiza uma pesquisa. Se não for indexado pelo Google, o site não será exibido na SERP. Obviamente, isso terá um impacto no desempenho de SEO do site devido ao baixo tráfego e à perda de oportunidades de classificação nas SERPs.


Como faço para que meu site seja indexado pelo Google?


Para obter classificação do Google, o site deve passar por várias etapas, a saber:

  1. Descoberta – O Google encontra novos sites ou páginas da Web processando mapas de site XML e links para outros sites indexados. Depois disso, as páginas do site devem passar por um processo de rastreamento.
  2. Rastreamento – O Google precisa rastrear todas as páginas do site para coletar informações e contexto sobre o conteúdo nele contido.
  3. Indexação – Após a coleta das informações, o site passará por uma série de etapas de indexação. Nessa série de processos, o Google analisa o conteúdo, processa as páginas existentes e determina quais páginas da web precisam ser indexadas.

4 maneiras fáceis de ser indexado pelo Google

Então, o que fazer se o Google não indexar as páginas da web que temos? Existem várias maneiras que podemos fazer para superar isso:

1. Crie e envie um mapa do site

Um mapa do site XML é um dos fatores que podem tornar mais fácil para o Google encontrar (descobrir) nosso site. Um mapa do site consiste em uma lista de páginas importantes em um site e é escrito em formato XML para que possa ser facilmente entendido pelos rastreadores de bot do Google. Os sitemaps facilitam para os rastreadores de bots do Google navegar em sites, descobrir novos conteúdos e indexar as páginas dentro deles. Para facilitar esse processo, podemos aproveitar  o Google Search Console .

2. Remova a metatag “nofollow” dos links internos

A metatag “nofollow” envia instruções ao Google para não rastrear a página que a contém. Como resultado, não há dados que possam ser processados ​​e indexados pelo Google. Podemos começar identificando as páginas da web que não estão indexadas e verificando as metatags no código-fonte.

3. Remova a metatag “noindex”

Outra metatag que precisa ser considerada no processo de indexação do Google é a metatag com o atributo “noindex”. “Noindex” instrui o Google a pular certas páginas da web do processo de indexação. O uso deste atributo “noindex” também pode ser identificado usando o Google Search Console.

4. Verifique se não há conteúdo duplicado no site

Conteúdo duplicado pode ser outro fator que dificulta o processo de indexação do Google. Se uma página tiver duplicatas ou for muito semelhante a outra página, é provável que o Google não indexe a página. Podemos remover essas páginas duplicadas ou aproveitar a tag canônica.

Como verificar se um site está indexado?

O processo de indexação do Google leva tempo, por isso devemos verificar periodicamente se o site está indexado. Para fazer isso, vá para a página de pesquisa do Google. Em seguida, na barra de pesquisa, digite “site:” seguido da URL do site ou página que deseja verificar (por exemplo, se você deseja verificar o status do índice do Google para Moz Seo Blogger, deve digitar site:visaotecnologica.moztendencias.com ). Se o site foi indexado, o snippet aparecerá na SERP.

Então, o que fazer após a indexação do Google? Depois que o site for incluído com sucesso no índice do Google, devemos continuar otimizando o conteúdo e o site regularmente para aumentar a classificação na SERP.

admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.